O que ver e visitar em Santarém 1
Portugal,  Europa

O que ver e visitar em Santarém

Santarém é conhecida pela sua riqueza patrimonial, cultural e gastronómica, sendo também um importante centro religioso. Neste artigo, vamos mostrar-lhe os principais pontos de interesse da cidade, desde monumentos góticos a miradouros panorâmicos, passando por museus, jardins e iguarias locais. Acompanha-nos nesta viagem e descobre o que Santarém tem para te oferecer.

Como chegar a Santarém

Santarém está localizada a cerca de 80 km de Lisboa e a 200 km do Porto, sendo facilmente acessível por estrada ou por comboio. Se optar por viajar de carro, pode seguir pela autoestrada A1 ou pela estrada nacional 3, que atravessa a cidade. Se preferir o comboio, pode apanhar um Intercidades ou um Regional na estação de Santa Apolónia ou no Oriente, em Lisboa, ou na estação de Campanhã ou de São Bento, no Porto. O bilhete custa entre 7 e 15 euros, dependendo do tipo de comboio e da antecedência da compra. A viagem demora entre uma hora e meia e duas horas e meia. A estação ferroviária de Santarém fica a cerca de 2 km do centro histórico, podendo ir a pé ou de autocarro.

O que ver em Santarém

Santarém tem muito para ver e visitar, desde o seu património arquitetónico e artístico até às suas paisagens naturais e rurais. A cidade tem uma longa história, que remonta à época romana, tendo sido ocupada pelos visigodos, pelos muçulmanos e pelos cristãos. Foi nesta cidade que se realizou o casamento entre D. Afonso Henriques e D. Mafalda de Sabóia, que se deu a revolta dos nobres contra D. Afonso IV e que se instalou a primeira sede da Ordem de Cristo. Santarém é também um importante centro religioso, sendo palco de vários milagres eucarísticos e de festas populares como as celebrações do Espírito Santo. A cidade tem ainda uma forte tradição agrícola e tauromáquica, que se reflete na sua gastronomia e nas suas feiras anuais. Para conhecer Santarém, sugerimos que comece pelo seu centro histórico, onde se concentram a maioria dos monumentos e museus da cidade. Depois, pode explorar as zonas ribeirinhas do Tejo e do Alviela, onde pode apreciar a beleza das lezírias e dos campos agrícolas. Por fim, pode visitar algumas localidades próximas, como Almeirim, Alpiarça ou Golegã, que têm também o seu encanto e interesse.

O que ver e visitar em Santarém 2

Portas do Sol

As Portas do Sol são o ex-líbris de Santarém e um dos locais mais emblemáticos da cidade. Trata-se de um miradouro situado no antigo castelo medieval, que oferece uma vista deslumbrante sobre o rio Tejo, as lezírias e a serra de Aire. As Portas do Sol são também um espaço verde e cultural, onde se encontram vestígios arqueológicos da época romana e islâmica, um jardim com esculturas contemporâneas e um centro de interpretação dedicado à história da cidade. As Portas do Sol são um lugar ideal para contemplar o pôr-do-sol ou para assistir a espetáculos ao ar livre. Horário: todos os dias das 9h às 18h (no verão até às 20h) Preço: gratuito

O que ver e visitar em Santarém 3

Igreja da Graça

A Igreja da Graça é uma das mais belas igrejas góticas de Portugal e um dos monumentos mais importantes de Santarém. Foi construída no século XIV sobre uma antiga mesquita árabe e alberga o túmulo de Pedro Álvares Cabral, o descobridor do Brasil. A igreja destaca-se pela sua fachada monumental com três portais decorados com esculturas e pela sua torre sineira octogonal. No interior, pode admirar o retábulo renascentista do altar-mor, as pinturas murais do século XVI e os azulejos do século XVIII. Horário: de terça a domingo das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30 Preço: gratuito

Igreja de Santa Maria de Marvila

A Igreja de Santa Maria de Marvila é outra das igrejas góticas de Santarém, que se distingue pela sua riqueza artística e histórica. Foi fundada no século XII e reconstruída nos séculos XV e XVI, tendo sido palco de vários acontecimentos relevantes, como o batismo de D. João II, a aclamação de D. João IV e a coroação de D. Manuel I. A igreja é famosa pelos seus azulejos hispano-árabes do século XVI, que cobrem as paredes da nave e do coro, representando cenas bíblicas, mitológicas e históricas. No interior, pode também apreciar o órgão barroco do século XVIII, os retábulos maneiristas e barrocos e as pinturas quinhentistas. Horário: de terça a domingo das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30 Preço: gratuito

Convento de São Francisco

O Convento de São Francisco é um dos mais antigos e imponentes edifícios religiosos de Santarém, fundado no século XIII pelos frades franciscanos. O convento foi ampliado e remodelado ao longo dos séculos, tendo sido palco de vários acontecimentos históricos, como a morte de D. Fernando I, a reunião das cortes de 1438 e a assinatura do tratado de paz entre Portugal e Castela em 1479. O convento alberga atualmente o Museu Municipal de Santarém, onde pode conhecer a história, a arte e a cultura da região, através de diversas coleções de arqueologia, pintura, escultura, ourivesaria, cerâmica e etnografia. O convento destaca-se ainda pela sua igreja gótica, com um portal ogival decorado com estátuas dos apóstolos e um magnífico rosáceo. No interior, pode admirar o túmulo do Infante D. Afonso, filho de D. João II, o retábulo maneirista do altar-mor e os painéis de azulejos do século XVII. Horário: de terça a domingo das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30 Preço: 2 euros (gratuito aos domingos até às 12h30)

Jardim das Portas do Sol

O Jardim das Portas do Sol é um dos espaços verdes mais bonitos e aprazíveis de Santarém, situado junto ao miradouro com o mesmo nome. O jardim foi criado no século XIX sobre as ruínas do antigo castelo medieval, aproveitando os seus muros e torres como elementos decorativos. O jardim tem uma área de cerca de 5 hectares, onde se encontram diversas espécies de árvores, flores e plantas ornamentais, bem como fontes, lagos, bancos e esculturas. O jardim é um lugar ideal para relaxar, passear ou fazer um piquenique, desfrutando da vista panorâmica sobre o rio Tejo e as lezírias. Horário: todos os dias das 8h às 20h (no verão até às 22h) Preço: gratuito

Igreja do Santíssimo Milagre

A Igreja do Santíssimo Milagre é uma das igrejas mais veneradas e visitadas de Santarém, por ser o local onde se conserva uma das mais antigas relíquias eucarísticas do mundo. Segundo a tradição, em 1247 uma mulher que duvidava da fidelidade do marido roubou uma hóstia consagrada na igreja de Santo Estêvão e levou-a para casa para fazer um feitiço. No entanto, ao chegar a casa, a hóstia começou a sangrar profusamente e a mulher assustada colocou-a numa arca. No dia seguinte, foi à igreja confessar-se ao padre que lhe indicou que fosse buscar a hóstia. Quando abriu a arca, viu que a hóstia estava envolta em raios luminosos e rodeada por anjos. O padre levou então a hóstia para a igreja onde ainda hoje se encontra num relicário de prata. A igreja foi construída no século XVI sobre a casa onde ocorreu o milagre e tem uma fachada simples com um portal renascentista. No interior, pode ver o altar-mor com o relicário do Santíssimo Milagre, bem como as pinturas alusivas ao milagre e os ex-votos dos fiéis. Horário: todos os dias das 9h às 18h Preço: gratuito

O que ver e visitar em Santarém 4

Sé Catedral de Santarém

A Sé Catedral de Santarém é a sede da diocese de Santarém e um dos monumentos mais emblemáticos da cidade. Foi construída no século XVII sobre a antiga igreja de Santa Maria da Alcáçova, que remontava ao século XII. A catedral tem uma fachada barroca com duas torres sineiras e um portal com colunas salomónicas e estátuas dos quatro evangelistas. No interior, pode ver o altar-mor com um retábulo dourado e uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade, bem como os órgãos de tubos do século XVIII, as capelas laterais com pinturas e esculturas e o coro alto com cadeirais talhados. Horário: todos os dias das 9h às 18h Preço: gratuito

Mercado de Santarém

O Mercado de Santarém é um dos locais mais animados e coloridos da cidade, onde pode encontrar uma grande variedade de produtos locais, desde frutas e legumes a queijos e enchidos, passando por flores e artesanato. O mercado funciona num edifício do século XIX, que foi recentemente remodelado e modernizado, mantendo a sua traça original. O mercado é um lugar ideal para conhecer os sabores e os aromas do Ribatejo, bem como para interagir com os simpáticos vendedores. Horário: de segunda a sábado das 7h às 14h Preço: gratuito

O que ver e visitar em Santarém 5

Jardim da República e Jardim da Liberdade

O Jardim da República e o Jardim da Liberdade são dois espaços verdes contíguos que formam o principal parque urbano de Santarém. O Jardim da República foi criado no século XIX no local onde se situava o antigo Paço Real, que foi demolido após a implantação da República. O jardim tem uma área de cerca de 2 hectares, onde se encontram diversas árvores centenárias, como plátanos, magnólias e palmeiras, bem como fontes, lagos, coretos e monumentos. O Jardim da Liberdade foi inaugurado em 2003 e tem uma área de cerca de 1 hectare, onde se destacam as esculturas alusivas aos direitos humanos, a biblioteca municipal e o centro cultural. Os jardins são um lugar ideal para descansar, ler ou brincar, podendo também assistir a eventos culturais que se realizam ao longo do ano. Horário: todos os dias das 8h às 20h (no verão até às 22h) Preço: gratuito

Museu Diocesano de Santarém

O Museu Diocesano de Santarém é um museu que reúne um valioso acervo de arte sacra, proveniente das igrejas e conventos da diocese de Santarém. O museu está instalado no antigo Seminário Patriarcal, um edifício do século XVII que foi restaurado e adaptado para receber as coleções. O museu tem cerca de 1500 peças, que abrangem desde o século XIII ao século XX, incluindo pinturas, esculturas, ourivesaria, paramentaria, mobiliário e livros. O museu tem também uma sala dedicada ao culto do Santíssimo Milagre, onde se expõem objetos relacionados com este fenómeno eucarístico. Horário: de terça a domingo das 10h às 13h e das 14h às 18h Preço: 3 euros (gratuito aos domingos até às 14h)

Casa-Museu Passos Canavarro

A Casa-Museu Passos Canavarro é um museu que ocupa a antiga residência de Passos Manuel, um dos mais ilustres políticos portugueses do século XIX, que foi ministro, presidente do Conselho de Ministros e regente do reino. A casa é um exemplo da arquitetura civil setecentista, com uma fachada neoclássica e um interior decorado com azulejos, estuques e pinturas. O museu mostra a vida e a obra de Passos Manuel, bem como a sua coleção de arte, que inclui obras de Vieira Portuense, Domingos Sequeira, Columbano Bordalo Pinheiro e José Malhoa. Horário: de terça a domingo das 10h às 13h e das 14h às 18h Preço: 2 euros

Torre das Cabaças

A Torre das Cabaças é uma torre medieval que fazia parte da antiga muralha da cidade e que servia como relógio público. A torre tem cerca de 30 metros de altura e é composta por quatro pisos, sendo o último ocupado por um sino de bronze do século XVII. A torre deve o seu nome às oito cabaças de barro que estão colocadas em volta do sino e que amplificam o seu som. A torre alberga atualmente o Núcleo Museológico do Tempo, onde se pode conhecer a história da medição do tempo e ver diversos relógios antigos. Horário: de terça a domingo das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30 Preço: 1 euro

Igreja de São João de Alporão

A Igreja de São João de Alporão é uma igreja românica do século XII que foi transformada em museu arqueológico no século XX. A igreja tem uma fachada simples com um portal em arco de volta perfeita e uma rosácea circular. No interior, pode ver o altar-mor com uma abside semicircular e os capitéis esculpidos com motivos vegetais e animais. O museu arqueológico expõe peças que vão desde o paleolítico até à época moderna, provenientes de escavações realizadas na região. O museu tem também uma sala dedicada à arte funerária medieval, onde se podem ver sarcófagos, lajes sepulcrais e estelas. Horário: de terça a domingo das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30 Preço: gratuito

Santarém é uma cidade cheia de história, cultura e tradição, que merece ser visitada por quem aprecia o património arquitetónico, artístico e religioso. Santarém é também uma cidade com uma paisagem única, marcada pelo rio Tejo e pelas lezírias, que convidam a passeios tranquilos e contemplativos. Santarém é ainda uma cidade com uma gastronomia rica e variada, onde se podem saborear pratos típicos como a sopa da pedra, o arroz de pato ou as migas com carne de porco. Santarém é, sem dúvida, uma cidade que tem muito para ver e visitar. Esperamos que tenha gostado deste artigo sobre o que ver e visitar em Santarém e que tenha ficado com vontade de conhecer esta cidade encantadora.

flecha azul separadora

PROGRAMA A TUA VIAGEM

Reserva os teus voos baratos através do Skyscanner.

Reserva o teu hotel no Booking, com toda a garantia e segurança de uma plataforma mundialmente reconhecida.

Descobre as melhores atividades do teu destino com a Civitatis! Entradas para museus, espetáculos e muito mais.

Chegaste ao aeroporto e procuras um transfer privado para te levar ao hotel ou ao centro da cidade? Aqui estão as melhores opções!

Contrata o teu seguro de viagens com a IATI através dos nossos links e recebe 5% de desconto!

À procura de estacionamento em Portugal, Espanha, França ou Itália? Reserva o teu lugar de estacionamento com antecedência na Parclick!

Faz as tuas reservas através dos links parceiros que te deixo no final de cada artigo. Ao utilizares estes links NÃO PAGAS MAIS e ajudas-me a manter o blog, já que recebo uma pequena comissão por cada venda. Muito obrigada!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.