O que ver e visitar em Viseu: um roteiro de um dia pela cidade-jardim 1
Portugal,  Europa

O que ver e visitar em Viseu: um roteiro de um dia pela cidade-jardim

Viseu é uma cidade portuguesa situada no centro do país, entre as serras da Estrela e do Caramulo. É uma cidade com uma longa história, que remonta à época dos celtas e dos romanos, e que foi palco de importantes acontecimentos na formação da nacionalidade portuguesa. Viseu é também uma cidade com uma forte tradição cultural, sendo a terra natal do pintor Grão Vasco e de outros artistas e escritores. Além disso, Viseu é conhecida como a cidade-jardim, pela sua abundância de espaços verdes e pela sua beleza natural. Se você está pensando em visitar Viseu, neste artigo vamos sugerir um roteiro de um dia pela cidade, com os principais pontos turísticos e algumas dicas para aproveitar ao máximo a sua estadia. Vamos lá?

Como chegar a Viseu

Viseu está localizada a cerca de 290 km de Lisboa e a 140 km do Porto, sendo facilmente acessível por estrada. A partir de Lisboa, pode-se seguir pela A1 até Coimbra e depois pela A25 até Viseu. A partir do Porto, pode-se seguir pela A1 até Albergaria-a-Velha e depois pela A25 até Viseu. O tempo médio de viagem é de cerca de 3 horas a partir de Lisboa e de 1h30 a partir do Porto. Se preferir viajar de transporte público, pode optar pelo autocarro (ônibus) ou pelo comboio (trem). A Rede Expressos tem autocarros regulares entre Lisboa, Porto e Viseu, com preços a partir de 15 euros por trajeto. O tempo médio de viagem é de cerca de 4 horas a partir de Lisboa e de 2 horas a partir do Porto. Pode consultar os horários e comprar os bilhetes no site da Rede Expressos. O comboio é outra opção, mas menos conveniente, pois não há uma ligação direta entre Viseu e as principais cidades. Terá que fazer uma ou mais mudanças de linha, dependendo do seu ponto de partida. Por exemplo, a partir de Lisboa, pode-se ir até Aveiro pela Linha do Norte e depois até Mangualde pela Linha da Beira Alta. Em Mangualde, terá que apanhar um autocarro até Viseu. O tempo médio de viagem é de cerca de 5 horas e o preço ronda os 30 euros por trajeto. Pode consultar os horários e comprar os bilhetes no site da CP2.

Onde ficar em Viseu

Viseu tem uma boa oferta de alojamento para todos os gostos e bolsos. Pode escolher entre hotéis, pousadas, hostels, apartamentos ou casas rurais. Recomendamos que fique hospedado no centro histórico da cidade, para poder explorar as suas ruas e monumentos a pé. Aqui ficam algumas sugestões de alojamento em Viseu:

  • Bemyguest – Loft Guest House Jardim das Mães Charming: Uma guest house moderna e acolhedora, situada junto ao Jardim das Mães, no coração da cidade. Oferece quartos duplos ou familiares com casa de banho privativa, ar condicionado, wi-fi e televisão. Tem ainda uma cozinha partilhada e um terraço com vista para o jardim.
  • Allgo Hostel: Um hostel simpático e económico, localizado numa rua pedonal no centro histórico. Dispõe de quartos duplos ou mistos com casa de banho partilhada, ar condicionado, wi-fi e cacifos. Tem também uma sala comum com televisão, jogos e livros, uma cozinha equipada e um pátio exterior.
  • Montebelo Viseu Congress Hotel: Um hotel elegante e confortável, situado a cerca de 2 km do centro da cidade. Oferece quartos espaçosos e luminosos com casa de banho privativa, ar condicionado, wi-fi, televisão e minibar. Tem ainda um restaurante, um bar, uma piscina interior e exterior, um spa, um ginásio e um campo de golfe.
  • Hotel Palácio dos Melos: Um hotel de charme, instalado num edifício histórico do século XVIII, no centro da cidade. Oferece quartos decorados com bom gosto e equipados com casa de banho privativa, ar condicionado, wi-fi, televisão e cofre. Tem ainda um restaurante, um bar, uma sala de estar e um jardim.

O que ver e visitar em Viseu: um roteiro de um dia pela cidade-jardim 5

O que ver e fazer em Viseu

Viseu é uma cidade que combina o património histórico e cultural com a natureza e a gastronomia. Há muito para ver e fazer na cidade, mas se tiver apenas um dia, sugerimos que se concentre nos seguintes pontos de interesse:

Sé Catedral de Viseu

A Sé Catedral de Viseu é o monumento mais emblemático da cidade e um dos mais antigos do país. Foi construída no século XII, sobre uma antiga igreja românica, e sofreu várias alterações ao longo dos séculos, apresentando hoje uma mistura de estilos arquitetónicos, desde o românico ao barroco. A sua fachada é imponente, com duas torres sineiras e um portal gótico. No interior, destacam-se o claustro renascentista, a capela-mor com um retábulo dourado, o órgão de tubos do século XVIII e o tesouro, onde se guardam peças de arte sacra. A Sé Catedral de Viseu está aberta todos os dias, das 9h às 18h. A entrada é gratuita, mas há uma taxa de 2 euros para visitar o tesouro.

Museu Nacional Grão Vasco

O Museu Nacional Grão Vasco é um dos mais importantes museus de arte do país, dedicado ao pintor Vasco Fernandes, mais conhecido como Grão Vasco, que nasceu em Viseu no século XV e foi um dos maiores representantes da pintura renascentista portuguesa. O museu está instalado no antigo Paço Episcopal, junto à Sé Catedral, e alberga uma coleção de obras de Grão Vasco e de outros artistas dos séculos XV a XIX. Entre as peças mais notáveis estão os painéis do Retábulo da Capela-mor da Sé de Viseu, que retratam cenas da vida de Cristo e da Virgem Maria. O Museu Nacional Grão Vasco está aberto de terça a domingo, das 10h às 18h. A entrada custa 4 euros para adultos e 2 euros para estudantes e seniores. Há ainda bilhetes combinados com outros museus da cidade.

Parque do Fontelo

O Parque do Fontelo é o maior e mais antigo parque da cidade, situado a cerca de 1 km do centro histórico. É um espaço verde com cerca de 19 hectares, onde se pode desfrutar da natureza, fazer exercício físico ou simplesmente relaxar. O parque tem vários equipamentos para crianças e adultos, como parques infantis, campos desportivos, pistas de atletismo e ciclismo, mesas de piquenique e churrasqueiras. No parque há também alguns edifícios históricos, como o Palácio do Fontelo, do século XVI, que foi residência dos bispos de Viseu; a Capela de Nossa Senhora da Vitória, do século XVII. O que ver e visitar em Viseu: um roteiro de um dia pela cidade-jardim 6

Solar dos Peixotos, um exemplo de arquitetura barroca

O Solar dos Peixotos é um edifício do século XVIII, que pertenceu à família Peixoto, uma das mais ilustres de Viseu. É um exemplo de arquitetura barroca, com uma fachada ornamentada com azulejos, janelas de sacada, balaustradas e esculturas. No interior, destaca-se o salão nobre, com um teto pintado com cenas mitológicas e alegóricas. O solar está integrado no Parque do Fontelo e funciona atualmente como sede da Escola Superior de Educação de Viseu. O Solar dos Peixotos pode ser visitado mediante marcação prévia na Escola Superior de Educação de Viseu.

Muralhas de Viseu, um testemunho da história da cidade

As muralhas de Viseu são um testemunho da história da cidade, que foi fortificada desde a época romana até ao século XIX. As muralhas foram sendo construídas e reconstruídas ao longo dos séculos, acompanhando as mudanças políticas e militares do país. Hoje em dia, restam apenas alguns troços das muralhas medievais e modernas, que podem ser observados em vários pontos da cidade, como na Porta do Soar, na Rua Direita, na Rua dos Andrades e na Rua da Paz. As muralhas de Viseu podem ser visitadas livremente, mas há também visitas guiadas organizadas pela Câmara Municipal de Viseu.

Museu Almeida Moreira, um espaço dedicado à arte e à cultura

O Museu Almeida Moreira é um espaço dedicado à arte e à cultura, situado no antigo edifício dos Paços do Concelho, no centro histórico da cidade. O museu deve o seu nome ao seu fundador, Francisco António Almeida Moreira, um pintor e colecionador que doou o seu acervo à cidade em 1928. O museu alberga uma coleção de pintura, escultura, cerâmica, mobiliário, ourivesaria e têxteis, que abrange desde a Idade Média até ao século XX. Entre as peças mais valiosas estão as telas de Columbano Bordalo Pinheiro, José Malhoa e Silva Porto. O Museu Almeida Moreira está aberto de terça a domingo, das 10h às 18h. A entrada custa 2 euros para adultos e 1 euro para estudantes e seniores. Há ainda bilhetes combinados com outros museus da cidade.

Jardim das Mães, um oásis de tranquilidade no centro da cidade

O Jardim das Mães é um oásis de tranquilidade no centro da cidade, situado em frente à Sé Catedral. É um jardim romântico, com lagos, fontes, estátuas e árvores centenárias. É um lugar ideal para descansar, ler um livro ou apreciar a vista para a Sé. No jardim há também alguns edifícios de interesse cultural, como o Teatro Viriato, uma sala de espetáculos que apresenta uma programação variada de teatro, dança e música; e a Casa da Ribeira, uma casa senhorial do século XVIII que acolhe exposições temporárias de arte contemporânea. O Jardim das Mães está aberto todos os dias, das 8h às 20h. A entrada é gratuita.

O que ver e visitar em Viseu: um roteiro de um dia pela cidade-jardim 7

Onde comer em Viseu

Viseu é uma cidade com uma gastronomia rica e diversificada, que reflete a sua localização entre as serras e os vales. Os pratos típicos incluem o cabrito assado no forno com batatas e arroz de forno; o rancho à moda de Viseu, um cozido de carne de porco, vitela e frango com feijão branco; o bacalhau à lagareiro; o arroz de carqueja; a sopa à lavrador; os rojões à moda do Minho; e os enchidos como a morcela, o chouriço e a farinheira. Para sobremesa, pode-se saborear os doces conventuais como as castanhas de ovos, os viriatos, os pastéis de feijão e as cavacas. Se quiser experimentar a gastronomia local, aqui ficam algumas sugestões de restaurantes em Viseu:

  • O Cortiço: Um restaurante tradicional e familiar, situado numa antiga adega, no centro histórico. Serve pratos típicos da região, como o cabrito assado, o bacalhau à lagareiro e o arroz de carqueja. Tem também uma carta de vinhos do Dão, a região vitivinícola que envolve Viseu.
  • A Colmeia: Um restaurante moderno e acolhedor, situado junto ao Parque do Fontelo. Oferece uma cozinha de autor, inspirada na gastronomia portuguesa e internacional. Tem também um menu vegetariano e um menu infantil. Destacam-se as entradas como o queijo de cabra gratinado com mel e nozes, os pratos principais como o lombo de bacalhau com broa e grelos e as sobremesas como o cheesecake de frutos vermelhos.
  • O Forno da Mimi: Uma pizzaria artesanal e caseira, situada numa rua pedonal no centro histórico. Faz pizzas deliciosas com ingredientes frescos e naturais, em forno a lenha. Tem também saladas, lasanhas, crepes e sanduíches. É um lugar ideal para uma refeição rápida e saborosa.
  • O Solar do Vinho do Dão: Um espaço enogastronómico, situado num edifício histórico do século XVIII, no Parque do Fontelo. É um lugar para degustar os vinhos do Dão, acompanhados de petiscos regionais como queijos, enchidos, presunto e azeitonas. Tem também uma loja onde se podem comprar os vinhos e outros produtos locais.

Como terminar o seu dia em Viseu

Para terminar o seu dia em Viseu, sugerimos que faça um passeio pelo centro histórico à noite, para admirar a iluminação dos monumentos e sentir o ambiente da cidade. Pode também aproveitar para tomar uma bebida num dos vários bares e cafés da cidade, como o Café Concerto, um espaço cultural que promove concertos, exposições e tertúlias; o Café Central, um café histórico que data de 1916 e que tem uma esplanada com vista para a Sé; o Bar 8, um bar moderno e animado que tem música ao vivo e DJ’s; ou o Bar do Pátio, um bar acolhedor e intimista que tem uma decoração vintage e um pátio interior. Esperamos que tenha gostado deste roteiro de um dia por Viseu, uma cidade que tem muito para ver e visitar. Se tiver mais tempo, pode ainda explorar os arredores da cidade, onde encontrará outras atrações como o Museu do Caramulo, um museu dedicado aos automóveis antigos; a Serra da Estrela, a montanha mais alta de Portugal continental; ou a Aldeia Histórica de Linhares da Beira, uma aldeia medieval com um castelo do século XII. Boa viagem!

flecha azul separadora

PROGRAMA A TUA VIAGEM

Reserva os teus voos baratos através do Skyscanner.

Reserva o teu hotel no Booking, com toda a garantia e segurança de uma plataforma mundialmente reconhecida.

Descobre as melhores atividades do teu destino com a Civitatis! Entradas para museus, espetáculos e muito mais.

Chegaste ao aeroporto e procuras um transfer privado para te levar ao hotel ou ao centro da cidade? Aqui estão as melhores opções!

Contrata o teu seguro de viagens com a IATI através dos nossos links e recebe 5% de desconto!

À procura de estacionamento em Portugal, Espanha, França ou Itália? Reserva o teu lugar de estacionamento com antecedência na Parclick!

Faz as tuas reservas através dos links parceiros que te deixo no final de cada artigo. Ao utilizares estes links NÃO PAGAS MAIS e ajudas-me a manter o blog, já que recebo uma pequena comissão por cada venda. Muito obrigada!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.